Monday, October 06, 2008

arrasa quarteirão

Seguindo a moda ditada nos mais bem frequentados blogs de arquitetura, farei uma lista respondendo ao blog do alencastro, com imagens.
a pergunta é:

E vocês: querem demolir que obras? E para que?

1. Minhocão: derrubei 1x no meu TFG e derrubaria quantas fosse necessária até não sobrar pedra sobre pedra. A via elevada vai contra as diretrizes do urbanismo contemporâneo, se transformando em uma enorme cicatriz urbana dentro da cidade. No meu caso eu proponho uma nova ligação entre os bairros santa cecília - bom retiro com um equipamento de uso público bem como uma nova organização no fluxo do trânsito da região.

2. Praça Roosevelt: bom, se não fosse o dito cujo acima ela não existiria. Mas...existe e hj algumas lajes já foram demolidas há uma boa vontade por parte do poder público em melhorar aquela 'praça'. Tenho tantas idéias para o lugar....Eu acho o entorno muito bonito, dá para fazer tanta coisa boa ali.

3. Expresso Tiradentes: fruto de um governo corrupto e promessa de campanha do então prefeito Celso Pitta, essa construção paralisou durante anos. Depois do projeto passar por várias 'mãos', caiu no colo de ninguém menos que Ruy Othake. No fim da construção ele (o elevado) quase caiu por si só, foi uma pena terem levantado...o resultado tá aí.

4. Área de manobra na Estação da Luz : com a revitalização daquela região do projeto da Nova Luz, o museu da língua portuguesa projetado pelo nosso colega Paulo Mendes da Rocha, ainda resta uma área naquele lugar q ninguém vê, mas todo mundo sabe q existe. Eu acho inadimiscível uma área daquele tamanho q se torna outra cicatriz no bairro do Bom Retiro ficar escondida atrás de enorme muro de arrimo. Esse terreno é o número 1 em aula de projeto da maior parte das faculdades de arquitetura e urbanismo em SP. Todo mundo tem uma idéia 'inovadora' para o lugar...
Entre tantas demolições eu gostaria de citar uma q eu acredito ter dado super certo e foi um ganho muito grande para a cidade de São Paulo. É referente a foto do meu último post no blog antes desse e trata-se da demolição de uma penitenciária (carandiru) e transformação em um espaço público para a Zona Norte de São Paulo, o Parque da Juventude. O projeto foi do Aflalo&Gasperini, Rosa Kliass + José Luiz Brenna e eu achei q merecia citá-lo aqui para q outros arquitetos sigam o exemplo e saibam além de construir, demolir.

foto do Expresso Tiradentes: arcoweb

demais fotos: mmaverick


4 comments:

Alencastro said...

É, Mave: boas escolhas.

Anonymous said...

Só um adendo: a foto do Parque da Juventude deveria ser creditada a Rosa Kliass + José Luiz Brenna e equipe. A parte paisagistica do parque (que incluem as estruturas de cor-ten e essa praça em meio a ruina) de longe superam os edifícios do Gasperini - que mesmo não sendo ruins - não são nada demais..

: : : m a v e r i c k : : : said...

eu concordo anonimo, vou creditar a eles tbem. mas a implantação do parque foi muito bem executada, o uso dos espaços...e eu achei q tinha muito a ver com o tema do post.
obrigada pelo toque!

Anónimo said...

benvinda a vida, Mave!
Me deve este empurrãozinho, hein?